Kenkovet Clínica Veterinária

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Acompanhe e participe das Redes Sociais Kenkovet

Youtube

DICAS & CURIOSIDADES

Turkish Angora

Dicas & Curiosidades

Os Turkish Angora são ativos e "sobretudo verdadeiros acrobatas", define Maria da Assunção Araújo, criadora da raça desde 1998 e proprietária do gatil Al Gharb, em Portugal. Segundo o padrão da raça na Tica (The International Cat Association), um Turkish Angora ideal é uma criatura graciosa, com equilíbrio perfeito, pelagem fina e sedosa. Quando manuseado, causa surpresa pelo contraste entre a pelagem leve e macia e seu corpo musculoso debaixo dessa pelagem. Seus olhos são grandes e amendoados nas cores azul, âmbar, quaisquer tons de verde, dourado, cor de mel esverdeada, entre outros. A pelagem sedosa e fina é semi-longa e necessita de escovação freqüentemente. De porte médio, o Angorá tem corpo robusto, é ágil e elegante, com sua cauda emplumada, pelagem abundante no pescoço e tufos nas orelhas. Dentre as variedades de cor reconhecidas nos Estados Unidos estão preto, preto-fumaça, azul, blue tabby, calico e bicolor, creme, além do branco. Os de olhos azuis podem nascer surdos. A origem do nome da raça está em Angorá, cidade turca que hoje corresponde a Ancara, onde viviam os primeiros gatos domésticos de pêlo longo. Por isso, o termo Angorá foi e ainda é utilizado para designar gatos de pêlo longo. No entanto, o único gato de raça que leva a palavra "Angorá" no nome é o Turkish Angora.
Raça considerada mascote nacional na Turquia atualmente, o Turkish Angora quase desapareceu em princípios do século XX, devido a cruzamentos indiscriminados com Persas. Com a diminuição do número de exemplares desses gatos, um programa de criação e recuperação foi desenvolvido no Zoológico de Ancara, na Turquia, na década de 1930. Em 1962, o Turkish Angora foi redescoberto por um americano no Zoológico de Ancara e introduzido nos Estados Unidos. Apesar da origem turca, provavelmente o Turkish descende dos gatos Manul domesticados pelos Tártaros e teria migrado para a Turquia, segundo a Cat Fanciers’ Association (CFA). A CFA reconhece o Turkish Angora, mas apenas exemplares que tenham ancestrais originários da Turquia. Na Grã-Bretanha, esse gato é considerado como uma variedade de cor da raça Persa e não como raça. No passado, o Turkish Angora foi submetido a cruzamentos indiscriminados com Persas, sendo incorporado àquela raça, e conhecido apenas como Longhair (termo que significa pêlo longo e é utilizado como sinônimo de Persa).

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS
Nacionalidade:Turquia
Classificação:Dependente
Porte:Médio
Temperamento:Ativo
Tamanho do Pelo:Semi-longo
Frequencia de Troca de Pelo:
« Voltar
Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados - Kenkovet Clínica Veterinária - Desenvolvido pela: Agência Yama