Kenkovet Clínica Veterinária

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Acompanhe e participe das Redes Sociais Kenkovet

Youtube

DICAS & CURIOSIDADES

Labrador Retriever

Dicas & Curiosidades

O Labrador tem temperamento amistoso e gosta muito da companhia de pessoas. Se você procura um cachorro para as crianças, ele é muito indicado, já que não é agressivo e reage bem às brincadeiras, em todas as circunstâncias. Ele é um retriever, que em inglês significa recuperador, numa alusão à sua função em caçadas. Provavelmente ele vai trazer até você objetos que encontrar no seu quintal ou dentro de sua casa.

Labradores podem latir como aviso, quando notarem algo que lhes pareça estranho, mas não agirão de modo agressivo. Entretanto, a característica que os distinguem mais acentuadamente das outras raças é seu amor pela água. Tendo a chance de nadar, o Labrador vence os obstáculos com destreza, e se dedica a esta atividade com muito prazer. Uma de suas principais características físicas é a pelagem. Os pêlos do Labrador estão dispostos em duas camadas: uma macia, por baixo, que o mantém quente e seco dentro da água, e uma outra, mais dura, que fica por fora e o ajuda a repelir a água. A cor da pelagem do Labrador é sólida, podendo ser preta, amarela (creme claro ao vermelho da raposa) ou marrom (fígado/chocolate). É comum encontrar cães com pequenas manchas brancas no peito.

Como esta raça era usada originalmente em pescarias e caçadas, a vocação do Labrador para o trabalho e o movimento é muito grande. Se for deixado por sua própria conta, pode ficar entediado. Entretanto, se você o chamar para um passeio, ele ficará entusiasmado, ansioso por gastar seu enorme estoque de energia. O Labrador adora comer, de modo que, sem exercícios, engorda facilmente. Requer atenção e amor tanto quanto comida e água, e é fácil de treinar — o que explica sua utilização constante como guia de cegos.
A origem do Labrador está ligada aos primeiros habitantes de Newfoundland, no Canadá. Eles eram pescadores e mandavam buscar cães com prática na pesca na Inglaterra. O animal ideal deveria ter um pêlo que repelisse a água, para não levá-la para dentro do barco, e também um forte instinto para recuperar os peixes e as redes de pesca. Como o trabalho no mar podia durar muitas horas, o cão deveria ainda ter muita resistência física. Este cão apresentava duas variedades: a menor, para os barcos de pesca, e outra, maior, com o pêlo mais espesso, para o trabalho de arrastão. O tipo maior, o Cão de Newfoundland, é comumente aceito como o ancestral do Newfoundland atual, enquanto o menor foi utilizado para o desenvolvimento das raças retriever, inclusive o Labrador que hoje conhecemos. O cão menor foi chamado de Lesser de St. John, Lesser de Newfoundland ou Labrador. Como estes cães não vinham da região do Labrador, também no Canadá, é desconhecido o porquê do seu nome.

No começo do século XIX, os cães foram levados de volta para a Inglaterra. Este fluxo ocorreu até quase o fim do século, quando a lei de quarentena inglesa impediu novas importações. Até ser registrado oficialmente no Kennel Club da Inglaterra, em 1903, a raça não tinha um padrão próprio, já que a categoria inicial dos retrievers incluía pêlos encaracolados e pele lisa, de cor de chocolate. Além disso, cães com outras características podem ter recebido a classificação de retrievers. Muitos criadores acham que isso contribuiu para a deterioração da raça.

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS
Nacionalidade:Inglaterra
Classificação:Companhia
Porte:Grande
Altura Máxima:63 cm
Altura Mínima:56 cm
Peso Máximo:34 Kg
Peso Mínimo:25 Kg
Cor:preto,chocolate e amarelo
Temperamento:Balanceado
Treinabilidade:Fácil
Espaço:Grande
Tempo de Exercícios Diários:60 min
Tamanho do Pelo:curto e denso
Frequencia de Troca de Pelo:Frequente
Tosa:Não
« Voltar
Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados - Kenkovet Clínica Veterinária - Desenvolvido pela: Agência Yama